O NOSSO TEMPO

tenho aprendido com o tempo,
que a felicidade vibra,
na frequência das coisas mais simples...
como a doçura contente de um cafuné sem pressa...
como os instantes que repousamos os olhos em olhos amados...
como aquele poema que parece
que fomos nós que escrevemos...
como o toque da areia molhada sob os pés descalços...
como o sono relaxado e tranquilo
que põe todos os sentidos pra dormir...
como a presença da intimidade legítima e verdadeira...
como o banho bom que devolve forças ao corpo...
como o cheiro de quem se ama...
como essas coisas...
como outras coisas...

simples assim...

como o nosso amor...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Unidos somos mais...

Quanto mais rapidamente muda tudo,
mais difícil é aprender, viver plenamente, realizar-nos.
Há uma tensão crescente entre as expectativas e nossa realidade.
As organizações precisam de pessoas criativas
e as escolas preparam pessoas previsíveis;
precisam de pessoas que saibam colaborar,
trabalhar em equipe e as escolas preparam para o individualismo,
para a competição pessoal.

Muitas pessoas estão perdidas, desfocadas,
fazendo escolhas pouco adequadas.
É cada vez mais importante sermos cada vez mais autônomos,
desenvolvendo um caminho pessoal coerente e o que vemos
é a dependência crescente da moda, da aparência, do consumo, da mídia;
a falta de reflexão profunda,
de opiniões fundamentadas e de práticas libertadoras.

Numa sociedade cada vez mais complexa,
a educação social – além da escolar - é decisiva
para encontrar novos caminhos de aprendizagem e realização.
A educação atual é previsível, repetidora, distante da vida.
Com as mudanças tão profundas em todos os campos,
a educação precisa ser muito mais criativa, diferente, envolvente.

A escola sozinha não dá conta dessas demandas.
Ela precisa ser repensada profundamente e ao mesmo tempo
a sociedade propor ações educativas muito mais abrangentes e significativas,
que envolvam continuamente as organizações econômicas e sociais,
as famílias, o poder público e as mídias.

São muitas as mudanças necessárias:

Um currículo, mais integrado, mais próximo do cotidiano,
com muita mais liberdade de percurso, de escolhas, de integração significativa.
Metodologias, mais ativas e focadas em pesquisa e produção,
em jogos, na relação prática-teoria-prática.
Maior integração com os pais, com a família.
Se a família é educadora, a aprendizagem se torna muito mais fácil
e a escola avança mais.
Melhor organização do tempo e de espaço,
muito mais flexível.
Uma parte em sala de aula, outra na Internet,
e outra na cidade,
em contato com os lugares significativos
para a aprendizagem e para o trabalho.
Professores mais preparados, melhor formados, melhor remunerados,
escolhendo os melhores alunos para serem preparados para a docência.
Professores mais humanos, afetivos, acolhedores, além de competentes.
Gestores pró-ativos, dinamizadores, bem preparados e com visão humanista.
Uma educação social mais organizada e continuada,
que atenda a públicos específicos: jovens casais-pais, pessoas marginalizadas,
pessoas com dificuldade de empregabilidade, idosos, pessoas presas.
Ensinando valores importantes para a convivência,
para o equilíbrio pessoal, para a não dependência emocional,
para a valorização pessoal.
Utilizando as mídias possíveis e de forma integrada
nos novos nichos educacionais.
Todas as pessoas precisam ser educadas
para aprender a conviver numa sociedade complexa,
a respeitar as diferenças, a colaborar mais,
a fazer escolhas afetivas mais realizadoras,
a ter objetivos de vida mais ricos e abrangentes,
a construir percursos mais interessantes e produtivos.

Se tivermos uma educação escolar e social mais interessante,
competente e motivadora formaremos melhores cidadãos,
melhores profissionais, melhores pais, melhores governantes,
melhores pessoas e mais realizadas.

Tudo isto está por fazer.
É uma tarefa de longo prazo e que exige o melhor de nós,
de todos os que queremos mudar este país para melhor...


unidas por um Brasil muito melhor,
obrigada Vivian e Van pelo convite

25 comentários:

  1. Rô, minha linda florzinha,

    Concordo plenamente contigo, hoje o que conta muito para ensinar é a criatividade! A educação é um trabalho e uma preocupação que tem que ser de todos.

    "Unidas por um Brasil muito melhor"
    Tbm estou nesse grito e adorei sua pariticipação: brilhante!
    bjokitas com master amor e carinho pra ti, tenha um lindo feriado!!!!

    ResponderExcluir
  2. Que reflexão espetacular, Rô!

    Essa sua proposta de adequação do ensino é algo importantíssimo.

    A velocidade como as coisas mudaram para nas crianças e adolescentes, não foi acompanhada pela escola, ela ainda está muito aquém, da demando que tem de atender, necessita de reformas e adequação urgente.

    Você arrasou com este pensamento e este texto, Rô!

    Isso está me parecendo melhor do que eu pensei
    que poderia ser, cada um que leio me faz ver e pensar coisas que eu ainda não havia pensado, foi assim na Meire, foi assim aqui.

    Amanhã tem mais troca rica.

    Postarei seu post no meu TT como fiz com o da Meire, está tão bom que mais gente tem de lê-lo, o máximo possível de pessoas.

    Beijos Rô!

    ResponderExcluir
  3. Ro,
    Há uma frase que diz o seguinte:
    "Antes, educar era uma arte
    Depois, passou a ser profissão
    E hoje, é desafio."
    Hoje ensinar é um desafio constante, indo contra a falta de educação de berço, de leis mortas e sem fundamentos, estatutos que tiram a autoridade dos educadores e a permissividade que existe no sistema todo.
    A educação tem se tornado um jogo de ping-pong, onde a família joga pro governo, o governo joga pra escola e a escola joga pra rua sem preparar pq nao consegue fazer os 3 papeis...
    Seu post é uma boa refexão e ao mesmo tempo me deixa angustiada, pois cada dia que passa vejo as coisas ficarem mais difíceis.
    Beijokas doces

    ResponderExcluir
  4. O seu pensamento está correcto e é ISSO que urge
    fazer!
    Sei que ñ é fácil. Mas tenho a certeza que ñ é impossível!
    Para a frente,meu Amado Brasil!
    Beijo.
    isa.

    ResponderExcluir
  5. Profunda, linda e bem elaborada tua participação. beijos,linjdo feriadinho,chica

    ResponderExcluir
  6. Oi, Rô!

    Concordo com cada palavra, cada frase, cada virgula! A sensação que temos hoje é a de que a educação está mais adestrando para um mercado do que formando pessoas para o mundo. E o mundo não será melhor dessa forma, eu penso. Não nos afastemos, como dizia o Drummond. E isso o sistema educacional não tem cumprido nem um pouco. Meu abraço. paz e bem.

    PS: postei novamente as fotos do lançamento.

    ResponderExcluir
  7. Uma participação ímpar, bem a altura de sua pessoa.
    Parabéns minha querida Rô!!!

    Beijos de um bom feriado.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia,Rô!!

    Ah!Minha linda, ficou perfeita sua reflexão!!!
    Concordo plenamente!!!
    Juntos somos mais!!!Precisamos despertar as consciências adormecidas...só assim teremos um país, melhor!!!Parabéns, pela linda participação!!!!!
    Beijos meus!!!

    ResponderExcluir
  9. Acreditamos sempre nesse país continente,,,não acreditamos em seus governantes, beijos de bom dia pra ti qeurida.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia minha menina linda,
    Bom dia minha loirinha linda!
    Vc passa lá no meu cantinho,deixa aquelas palavras lindas para incentivar eu ser mais eu sempre.Sabe o que me dar vontade de fazer,kkkkkk,vim aqui e te levar só prá mim...como não posso,quero te contar um segredo,kkkkkkk,meu coração amanheceu em festa...
    Passa lá no meu cantinho para bebermos um vinho em comemoração...não esqueça...estou te esperando...
    Bjsssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  11. Setembro chegou é o mês que eu nasci.
    para encantar a vida dos meus pais.
    Era tão lindo meu aniversário
    minha mãe fazia aniversário um dia depois de mim.
    Hoje sinto tristeza nessa época mais também agradeço
    a Deus por mais um ano de vida.
    Dói a saudade mesmo sabendo que hoje
    ela mora com Deus.
    Sentembro é para mim o mês mais lindo do ano
    tudo porque é meu aniversário.
    Setembro chegou e com ele a primavera
    com seu perfume suave das flores.
    Uma feliz quarta feira.
    Beijos com perfume das flores angelicais.
    Evanir

    ResponderExcluir
  12. Olá Rô!!

    Precisamos realmente mudar muito e recomeçar praticamente. Mudar políticos e consciêntizar a sociedade de que a educação é o melhor caminho para um Brasil melhor!

    Um lindo feriado!

    Um beijo amiga!

    Elaine Crespo

    ResponderExcluir
  13. Rô ótima e apropriada reflexão!
    Feriado maravilhoso pra ti querida!

    ResponderExcluir
  14. O Professor está cansado. Ele se tornou peão da educação. O profissional tem que garimpar pra conseguir um salário mensal digno. Trabalha 40 ou mais em sala de aula e fora os trabalhos extraclasses. Qual a qualidade que este profissional vai obter?
    Adorei o seu texto.
    um beijo grande

    ResponderExcluir
  15. A sede de vencer e superar é cada vez mair em nós... e junto conosco temos uma Pátria...


    gostei

    bjs meus

    ResponderExcluir
  16. SEU TEXTO É BEM REFLEXIVO. PARABÉNS!
    "Todas as pessoas precisam ser educadas
    para aprender a conviver numa sociedade complexa"

    ACHO QUE SÓ ASSIM VIVEREMOS COM MAIS AMOR, MAIS SEGURANÇA, MAIS PAZ E COMO IRMÃOS...SEM MEDO DA GUERRA E DA VIOLÊNCIA!
    FIQUE COM DEUS!

    ResponderExcluir
  17. Sábias palavras o problema é que nosso país tem politicos demais querendo apenas emprego...beijo Lisettte

    ResponderExcluir
  18. Olá querida RÔ,
    Brilhante a sua participação.
    Concordo integralmente com sua reflexão.
    No fundo, o maior problema está na qualidade da
    educação. Mas para alcançarmos essa qualidade
    precisaremos exigir do Governo uma dedicação especial a esta área, tão desvalorizada.
    Somente com um povo esclarecido e bem informado
    haverá condições de buscar-se um Brasil melhor, através da escolha consciente de seus governantes.
    Parabéns pelo belo texto.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Rô querida!

    Concordo com você! A escola precisa se adequar urgentemente e a família tem que trabalhar em conjunto...


    Bjss querida e uma maravilhosa noite!!!

    http://toutlamour.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. A educação é uma arte da vida que só os bons e sábios podem vislumbrar e exercer com sabedoria, porque o seu fim último é a liberdade do homem..... e enquanto os homens não aprenderem a amar ela será apenas concebida por algemas do poder que corrompe, usurpa, escraviza e destrói sonhos....
    Muito real seu texto!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Oi Rô,
    Se o seu texto fosse um abaixo assinado, eu assinaria em baixo.
    Beijos 1000 e uma ótima noite para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  22. Amiga querida... Falou tudo... Muita preocupação com os QI's e pouca com os QE's... Quociente emocional... Aquele do amor ao próximo, da solidariedade, do respeito...
    Amada uma linda semana de luz pra ti,
    Bjsss

    ResponderExcluir
  23. ARRASOU EM SUA PARTICIPAÇÃO!RÔ ME ASSUSTO COM O DESCASO E A OCIOSIDADE QUE VEJO NAS ESCOLAS.ÓTIMA QUINTA.BJOBJO

    ResponderExcluir
  24. Olá,
    sou camila e vi que vc conhece uma loja que vende vestidos vintage em SP.
    Tem como vc descobrir o nome da loja por favor?
    Quem sabe um telefone tbm!
    Por favor! Estou casando e quero um vestido vintage, mas estou com muita dificuldade de achar um aqui em brasília, ou uma costureira!
    Desde já agradeço!
    Até logo

    Meu e-mail: camila.feldhaus@gmail.com

    ResponderExcluir
  25. Oi minha querida Ro
    Excelente texto para reflexão!
    Você é linda com seus pensamentos!
    Estou ciente que precisamos mudar mas...cada um deve fazer a sua parte.Eu tenho lutado!
    Beijinhos

    ResponderExcluir

já estava com saudades...
é muito bom ver você aqui...
que o seu dia seja somente amor...